Inicio Blog

Gasolina, Diesel e Gás de cozinha aumentam a partir desta terça-feira (02)

0
Petrobras age outra vez

O preço da gasolina e do diesel voltará a subir a partir de amanhã, terça-feira (02), foi o que informou a Petrobras nesta segunda-feira (01). O aumento será de 4,8% na gasolina e 5,0% no diesel. O gás de cozinha aumentará R$ 0,15 por Kg.

Hoje, o preço da gasolina nas refinarias é de aproximadamente R$ 2,48 e passará a R$ 2,60. O diesel tem custo de R$ 2,58 e passará a R$ 2,71.

O aumento ocorre após 10 dias da indicação do general Joaquim Silva e Luna, feita pelo presidente Bolsonaro, para presidir a Petrobras.

O anúncio foi feito antes do encerramento do mandato de Castello Branco à frente da estatal e, segundo o presidente, a troca se deu pela insatisfação dele com os preços.

“Os preços praticados pela Petrobras têm como referência os preços de paridade de importação e, dessa maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”, informou a Petrobras através de nota.

Ainda de acordo com a Petrobras, “os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo”.

“Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis”, pontuou a estatal.

A alta também atinge o gás de cozinha. O preço médio de venda da Petrobras às distribuidoras passa a ser de R$ 3,05 por kg (equivalente a R$ 39,69 por 13kg), um aumento médio de R$ 0,15 por kg (equivalente a R$ 1,90 por 13kg).

Governador Flávio Dino convoca reunião para debater novo lockdown no Maranhão

0
Estado tem atingido picos nos números pandêmicos e leitos já encontram-se ocupados em mais de 50%

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), esteve em reunião nesta segunda-feira (01) com o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, e o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), Lourival Serejo, para debater a necessidade de adoção das medidas de restrição total (lockdown) das atividades sociais e comerciais não essenciais, com o objetivo de reduzir o avanço do novo coronavírus (Covid-19) no estado.

O primeiro lockdown no Maranhão foi realizado em 2020, entre os dias 5 e 17 de maio.

Em seu perfil no Twitter, Flávio Dino revelou ainda que os prefeitos dos quatro municípios que integram a Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa) e o prefeito de Imperatriz foram convidados para participar da reunião sobre o lockdown, já que essas cinco cidades registram maior ocupação hospitalar.

O governador informou que ainda não há uma definição sobre a restrição de atividades no Maranhão, mas destacou que as 217 prefeituras do estado têm autonomia para decretar medidas preventivas contra a Covid-19.

Além disso, Flávio Dino falou que está fazendo o possível para ampliar o número de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento do coronavírus em todo o Maranhão, mas lamentou a existência de algumas limitações nesse processo.

“Temos feito todos os esforços para ampliar leitos hospitalares. Lembro, contudo, que há limite de fornecimento de insumos, pois alguns estão escassos no mercado. E há também teto de capacidade das equipes médicas disponíveis. Portanto, abrir leitos não é simples e algo infinito”, afirmou o governador.

Secretários de Saúde sugerem medidas urgentes

Também nesta segunda-feira (01), o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, divulgou uma carta com sugestões de medidas urgentes contra o iminente colapso das redes pública e privada de saúde diante do aumento dos casos do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil.

O Conass afirma, em resumo, que o Brasil vive o pior momento da pandemia, com patamares altos em todas as regiões, que falta condução nacional unificada e coerente da reação à pandemia, que é preciso proibir eventos presenciais, inclusive atividades religiosas, suspender aulas presenciais em todo o país, adotar toque de recolher nacional; fechar bares e praias, ampliar testagem e acompanhamento dos infectados e criar um Plano Nacional de Comunicação para esclarecer a população da gravidade da situação

A carta foi divulgada no momento em que o país bate recordes consecutivos de mortes e casos, e dias depois de o presidente Jair Bolsonaro ter criticado o uso de máscaras, ter provocado aglomerações e ameaçado governadores com corte de repasse de verbas no caso de adoção de medidas mais severas contra a circulação de pessoas.

Veja abaixo a íntegra da carta:

“CARTA DOS SECRETÁRIOS ESTADUAIS DE SAÚDE À NAÇÃO BRASILEIRA

O Brasil vivencia, perplexo, o pior momento da crise sanitária provocada pela COVID-19. Os índices de novos casos da doença alcançam patamares muito elevados em todas as regiões, estados e municípios. Até o presente momento, mais de 254 mil vidas foram perdidas e o sofrimento e o medo afetam o conjunto da sociedade.

A ausência de uma condução nacional unificada e coerente dificultou a adoção e implementação de medidas qualificadas para reduzir as interações sociais que se intensificaram no período eleitoral, nos encontros e festividades de final de ano, do veraneio e do carnaval. O relaxamento das medidas de proteção e a circulação de novas cepas do vírus propiciaram o agravamento da crise sanitária e social, esta última intensificada pela suspensão do auxílio emergencial.

O recrudescimento da epidemia em diversos estados leva ao colapso de suas redes assistenciais públicas e privadas e ao risco iminente de se propagar a todas as regiões do Brasil. Infelizmente, a baixa cobertura vacinal e a lentidão na oferta de vacinas ainda não permitem que esse quadro possa ser revertido em curto prazo.

O atual cenário da crise sanitária vivida pelo país agrava o estado de emergência nacional e exige medidas adequadas para sua superação. Assim, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) manifesta-se pela adoção imediata de medidas para evitar o iminente colapso nacional das redes pública e privada de saúde, a saber:

a) Maior rigor nas medidas de restrição das atividades não essenciais, de acordo com a situação epidemiológica e capacidade de atendimento de cada região, avaliadas semanalmente a partir de critérios técnicos, incluindo a restrição em nível máximo nas regiões com ocupação de leitos acima de 85% e tendência de elevação no número de casos e óbitos. Para tanto, são necessárias:

A proibição de eventos presenciais como shows, congressos, atividades religiosas, esportivas e correlatas em todo território nacional;
A suspensão das atividades presenciais de todos os níveis da educação do país;
O toque de recolher nacional a partir das 20h até as 6h da manhã e durante os finais de semana;
O fechamento das praias e bares;
A adoção de trabalho remoto sempre que possível, tanto no setor público quanto no privado;
A instituição de barreiras sanitárias nacionais e internacionais, considerados o fechamento dos aeroportos e do transporte interestadual;
A adoção de medidas para redução da superlotação nos transportes coletivos urbanos;
A ampliação da testagem e acompanhamento dos testados, com isolamento dos casos suspeitos e monitoramento dos contatos;

b) O reconhecimento legal do estado de emergência sanitária e a viabilização de recursos extraordinários para o SUS, com aporte imediato aos Fundos Estaduais e Municipais de Saúde para garantir a adoção de todas as medidas assistenciais necessárias ao enfrentamento da crise;

c) A implementação imediata de um Plano Nacional de Comunicação, com o objetivo de reforçar a importância das medidas de prevenção e esclarecer a população;

d) A adequação legislativa das condições contratuais que permitam a compra de todas as vacinas eficazes e seguras disponíveis no mercado mundial;

e) A aprovação de um Plano Nacional de Recuperação Econômica, com retorno imediato do auxílio emergencial.

Entendemos que o conjunto de medidas propostas somente poderá ser executado pelos governadores e prefeitos se for estabelecido no Brasil um “Pacto Nacional pela Vida” que reúna todos os poderes, a sociedade civil, representantes da indústria e do comércio, das grandes instituições religiosas e acadêmicas do País, mediante explícita autorização e determinação legislativa do Congresso Nacional.

Carlos Lula

Presidente do Conass”

Índia do Boi Pirilampo diz que foi obrigada a tirar roupa no meio da rua

0


Índia do Boi Pirilampo denuncia que foi obrigada a tirar roupa no meio da rua em São Luís
A violência contra as mulheres representa uma das principais forma de violação contra os direitos humanos. Pois, além de contribuir para a desigualdade de gênero, afeta diretamente direitos considerados fundamentais, como o direito à vida, o direito a saúde, e a integridade física.

A principal Lei Nacional no enfrentamento a essa violência é a Lei nº 11.340/2006, também conhecida como a Lei Maria da Penha, sendo considerada a abordagem jurídica brasileira na luta contra a violência baseada no gênero.

Pensando nesse contexto de equidade relatamos um ato de violência moral, comportamento e pratica ditatorial e antidemocrático, ocasionada pelo machista, misógino e opressor presidente da brincadeira junina Boi Pirilampo – Renato Dionísio, que na manhã de sábado, 02 de julho, no arraial da Km Engenharia em São Luís, constrangeu a enfermeira e índia do referido boi, Aline Diniz, ordenando e confrontando a jovem a devolver a roupa do boi.
“Eu fiquei em prantos chorando tentando entender o porquê de estar sendo tão humilhada? Eu só fazia o que mais amava que é dançar no boi, quem me conhece sabe o quanto eu sonhei em ser índia e como eu era feliz dançando. Eu nunca deixei de ir em nenhuma apresentação…Eu amava tudo isso, cantava cada música, gritava mesmo faltando voz e esse sujeito conseguiu fazer todo meu amor pelo Pirilampo, pelo Bumba Meu Boi se transformar em uma lembrança de humilhação, desrespeito que espero nunca passar novamente” Declarou a enfermeira.

Alinne Diniz, conta que estava saindo do Arraial porque a última apresentação do boi atrasou na noite de sexta-feira, 1º, e ela acompanharia sua irmã que também é índia numa outra agremiação. A jovem, informou que foi nesse momento que sofreu a humilhação pelo presidente do Boi Pirilampo.

Procurados pelo Blog, a mãe que é muito católica, a Assistente Social Elialda Diniz e o Empresário Washington Diniz, disseram que a filha não nasceu do Espírito Santo, mas vivem com o Espírito Santo. “Somos tementes a Deus! E o constrangimento imposto por esse Senhor, Não ficará impunes ao Julgamento de Deus.”

“Estava na última apresentação da noite na Km Engenharia, quando minha irmã veio me buscar já era mais de meia noite, nossa apresentação era pra iniciar às 23h porém por conta da chuva atrasou…Ao sair fui confrontada por Renato…Quando estávamos entrando no carro Renato me confrontou novamente pedindo a roupa que era do boi e que ele não me queria mais na brincadeira… Tentei dialogar e entender o porquê de tanto autoritarismo e radicalismo porém o mesmo insistiu… E sim, eu tirei a roupa do boi, fique despida em plena via pública!”
MAIS, AFINAL QUAIS SÃO AS IMPLICAÇÕES DA LEI MARIA DA PENHA NESSE CASO?
A Lei Maria da Penha introduz profundas inovações jurídicas na legislação nacional em relação a violência contra a mulher. A violência contra as mulheres passa a ser definida como qualquer ação ou omissão baseada no gênero que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual, psicológico e dano moral ou patrimonial as mulheres.
Esse caso, especifico, trata-se de um assunto complexo e delicado que engloba elementos históricos e culturais que influenciam no comportamento social e, muitas vezes, naturalizam práticas nocivas ao princípio da dignidade humana, como a violência e a discriminação das mulheres.
“Eu e minha família não vamos nos calar, queremos justiça! Enfatizou a enfermeira.
Em solidariedade, a Alline Diniz, só nos resta dizer que cabe a nós, cidadãos e cidadãs, denunciar toda e qualquer situação de violência contra as mulheres e exigir do Poder Público que essas políticas sejam de fato efetivadas, a fim de construir uma cultura de não relativização desse tipo de crime.

A VINGANÇA DAS ÁGUAS

0

Por: FÁBIO CÂMARA

Há 3 anos desde que eu convidei Flávio Dino para tomarmos um banho na Lagoa da Jansen! E FD, obviamente, desconversou, saiu pela tangente, tentou se fazer engraçado brincando com coisa muitíssimo séria e não topou o desafio, ainda que tivesse acabado de afirmar no debate do qual participara, que o seu governo havia saneado a laguna!

E como que numa vingança das águas, agora é a laguna quem desafia o ex-governador, mais do que respingando sobre o mesmo suas águas fétidas e pútridas, dando-lhe, na verdade, um verdadeiro banho de culpa pelos descasos de sete anos que sofreu!


Salta aos olhos o fato de que o Dino que critica o governo federal quando a questão é a Amazônia, é o mesmo que pintou o quadro de degradação da laguna da Jansen e não devolveu a balneabilidade das praias da capital do Estado que ele diz ter “governado”!

A serpente da laguna resta afundada na lama enquanto que a serpente de FD, sem o brilho e sem as luzes da inauguração eleitoreira, se enrosca apagada em torno do “ENGANADOR DE COBRAS”, prestes a alcançar aquele momento no qual a cabeça encontrará a própria cauda!
A laguna não é no interior!

Fica no seio da própria sede atestando mais um crime ecológico CAPITAL!
A mentira do saneamento boia por sobre os efluentes dos esgotos sem que se possa ocultar ou desmentir que no governo Dino assim como no continuísmo do governo tampão, “há algo de podre no AR e no MAR que carece de urgente descarga!”


https://bit.ly/3avQqmr

Ainda Sobre Brandão e Bandeirinhas.

0

POR: FÁBIO CÂMARA


A nossa cultura e as nossas tradições são pilares fundamentais constitutivos do nosso Estado, da nossa cidade e de quem nós somos! As festas e celebrações juninas nos representam enquanto povo! Porém, quando um mínimo de planejamento necessário para caracterizar uma gestão se revela inexistente, o que se faz evidente é que não se alcançará UM PLANO DE ESTADO MACRO quando sequer se tem a apresentar um “plano de governo micro” respeitável e/ou eficaz!

Assim como a cirurgia de Brandão se tornou, também É INADIÁVEL que ele explique, por exemplo: Por que o seu candidato ao senado, Flávio Dino, viaja em campanha no helicóptero do Estado? Por que aproximadamente 12 milhões dos cofres públicos seriam gastos com bonés e camisetas tendo seu nome ali estampado?

Que destinação será dada às bandeirinhas caídas que correm o risco de, ao invés de enfeitarem o São João, enfeiarem ainda mais essa pobre e frágil administração? Quem paga os milhares de litros de combustíveis queimados inutilmente nos engarrafamentos provocados pela ineficiência e pela incompetência do governo, em dias de gasolina a quase 8 reis o litro? E quem vai arcar com os custos do tempo desperdiçado e dos danos materiais verificados em batidas resultante de todo esse caos provocado pelo desgoverno Brandão?


A queda das bandeirinhas, talvez represente mais do que uma maldição dos cazunbás! Talvez seja São João nos iluminando com as luzes das suas fogueiras tornando o caminho mais claro para que vejamos que Brandão é apenas um bom vice!

Talvez seja São Pedro regando com as águas da chuva o nosso futuro para que plantemos nas urnas outras sementes cujos frutos realmente alimentem ao nosso povo e a nossa gente!

Talvez o que estejamos interpretando como mal, seja uma bênção de Santo Antônio, abençoando o nosso casamento e uma nova aliança com UM MARANHÃO MAIS FELIZ!
E eu sigo acreditando em dias melhores movido pela certeza de que “SOMOS DOZE PRA LEÕES!

BRAIDE DECLARA APOIO A ROBERTO ROCHA

0

POR: FÁBIO CÂMARA

Eduardo Braide, prefeito de São Luís do Maranhão, declara apoio à reeleição do senador Roberto Rocha. Enquanto que Zé Henrique Brandão, grande empresário e mano do governador, reclama de “empacotamento à esquerda” deste, segundo entende, graças ao monitoramento e tentativa de condução por parte de Flávio Dino.

A Divina Palavra Bíblica nos ensina que uma casa dividida dificilmente subsistirá. A casa Brandão “parece unida!” Só que não com os ditames de FD.

Há, inclusive, rumores de que Zé Henrique Brandão tenha inclinação política muito mais para Bolsonaro e essa que poderia ser uma sopa rica e forte, pode acabar por restar insossa ou salgada em razão de configurar-se como “aquela panela na qual muitos mexem!” E se “o caldo entornar”, por favor, não digam que eu não avisei!

Conflito de Narrativas!

0
Chegando uma Raposa a uma parreira, viu-a carregada de uvas maduras e formosas e cobiçou-as. Começou a fazer tentativas para subir; porém, como as uvas estavam altas e a subida era íngreme, por muito que tentasse não as conseguiu alcançar. Então disse:
– Estas uvas estão muito azedas, e podem manchar-me os dentes; não quero colhê-las verdes, pois não gosto delas assim.
E, dito isto, foi-se embora.
Moral da história
Homem avisado, coisas que não pode alcançar, deve mostrar que não as deseja; quem encobre as suas faltas e desgostos não dá gosto a quem lhe quer mal nem desgosto a quem lhe quer bem; e que seja isto verdade em todas as coisas, tem mais lugar nos casamentos, que desejá-los sem os haver é pouquidade, e sizo mostrar o homem que não lhe lembram, ainda que muito os cobice.

POR: FÁBIO CÂMARA

Sabe aquela situação na qual o pai, todo orgulhoso da filha recém aprovada no ENEM, exclama: “Veja, Mulher, que maravilhosa a MINHA FILHA!” E, quando a filha engravida antes de concluir os estudos, o mesmo dispara: “Veja, Mulher, o que a TUA FILHA fez!”


Houvesse Josimar de Maranhãozinho aderido à reeleição de Brandão e este seguiria sendo, nos lábios e aos olhos das hostes palacianas um nobre deputado federal, parceiro do progresso brasileiro e valoroso edificador de um MARANHÃO NO AUMENTATIVO. Afinal, Josimar e Detinha estiveram no projeto que tornou Dino e Brandão governador e Vice por duas vezes consecutivas!

Porém, como Josimar de Maranhãozinho, Detinha e o PL do nosso Estado optaram por somar com a construção do projeto por um Maranhão Mais Feliz, encabeçado pelo senador Weverton Rocha, aí então as uvas se tornaram não apenas verdes como também perigosas para a saúde, visto que se revelaram contaminadas com um tal “agrotóxico Bolsonaricida”. Flagrante discurso falacioso!


“- Meros 3% representam quase nada na disputa eleitoral para o governo do Maranhão!” Assim afirmam as raposas brandonianas fazendo eco ao “pai que desconsidera os filhos”, secundarizando-os!

Entretanto, o que realmente necessita ser dito é que, Brandão só se reelegerá se ganhar o primeiro e o segundo turnos das eleições e com margem – do primeiro para o segundo turno – com percentual na casa dos dois dígitos. O que está claramente demonstrado até o presente momento é que, mesmo com todo o poderio da máquina administrativa nas mãos, dispondo da chave do cofre e contando com o poder da caneta, o governador tampão não conseguiu impor superioridade percentual eleitoral sobre Weverton Rocha maior que os 3% dos quais desdenha e, em se confirmando os prognósticos das sondagens prévias.

O Maranhão Mais Feliz é quem ganhará primeiro e segundo turnos e vai passar o sal geral, papai! É a exatidão da matemática que nos provoca a pensarmos assim. Weverton perdendo o primeiro turno com uma margem igual ou inferior a 3% tem maior potencial para somar com os demais candidatos, construindo o revertério, do que Brandão, valendo lembrar que quem tinha que ser atraído para este último já o foi no primeiro turno.

Agora, consideremos a real possibilidade de Weverton Rocha ganhar o primeiro turno com essa mesma diferença de 3%, ratificando sua força de resistência contra a máquina e tendo como propor aos presentes e aos possíveis futuros aliados, NÃO APENAS 4 ANOS DE GOVERNO e SIM 8 ANOS!? Aí, Papai, É DOZE PRÁ LEÕES!

FÁBIO CÂMARA PREPARA POSSE COMO VEREADOR DE SÃO LUÍS

0

Primeiro suplente do PDT, ex-candidato a prefeito deve assumir mandato pelo menos até a eleição, quando deve disputar uma vaga na Câmara Federal pelo mesmo partido que tem o senador Weverton Rocha como candidato a governador

O ex-vereador e ex-candidato a prefeito de São Luís, Fábio Câmara (PDT) está prestes a assumir mandato na Câmara Municipal, onde atuou entre 2012 e 2016.

Suplente do PDT, Câmara deve assumir uma das vagas do partido, em acordo com o senador Weverton Rocha; o ex-parlamentar deve concorrer a uma vaga na Câmara Federal.

Um dos mais ativos vereadores de São Luís na década passada, Fábio Câmara marcou época como candidato a prefeito de São Luís nas eleições de 2016, quando ficou em quarto lugar.

Hoje, o ex-vereador tem a inédita posição de suplente de deputado estadual e suplente de vereador ao mesmo tempo.

E é com este cacife que ele pretende atuar na Câmara e preparar sua campanha de deputado federal.

Moradores do Bairro Tijupá Queimado voltam a reclamar da falta de Saneamento básico e Infra Estrutura!

0
O representante da comunidade Maycon Cabral, segue firme buscando benefícios para a comunidade, visando assim melhorias e fácil acesso para a localidade!

Por; Blog 98news

Os moradores da comunidade Localizada no município de São José de Ribamar, no Bairro Tijupá Queimado, continuam reclamando da falta de obra na comunidade, crateras, falta de saneamento básico, segurança e infra estrutura, são os pontos mas relevantes e visíveis na comunidade.

Em relação a infraestrutra destaca-se a Rua Principal em frente à escola, Rua intrafegável tanto para veículo quanto para pedestre! Que dificulta o acesso de ida e vinda da comunidade escolar causando a evasão dos alunos.

Em visita a comunidade, a gestão atual esteve presente no mês de novembro, já se passaram 5 Mêses e nada foi resolvido!

Fábio Câmara: Freud Explica.

0

Há três anos desde que eu desafiei Flávio Dino, após este sair de um debate na campanha de sua reeleição, para tomarmos um banho na Lagoa da Jansen, está declarada por ele mesmo, no referido evento, como tendo sido saneada pelo seu “governo”. Flávio Dino recusou o convite de pronto.

E o fez não por conta de saber e assumir que acabara de contar uma “deslavada mentira” e sim em razão de que o seu ID se sobrepõe costumeiramente ao seu SUPEREGO, tornando-o um homem de EGO tão comprometido quanto inflado!

Para pessoas que carregam e alimentam esse tipo de distúrbio, o erro, a falta, o problema, será sempre apontado com todos os dedos das duas mãos, porque para esse tipo, só os outros têm as culpas, isso faz com que sejam (os outros) menores e mereçam o castigo ou a depreciação. Após ser convidado por mim para um banho na Lagoa da Jansen, Flávio Dino dispara: “- Vá lá! Eu imagino que tu devas estar sem ter o que fazer!”

“- Domingo EU TENHO QUE GANHAR uma eleição!” Na cabeça de FD, eu sou só um DESOCUPADO e nunca um agente público ou mesmo um cidadão que confronta a sua mentira na busca pela verdade. E o que salta da boca de FD são dois retratos deturpados: Fábio Câmara perda de tempo; Flávio Dino tempo de ganhos. E o ato de falsear a verdade notabiliza ID e EGO em detrimento de um superego, quase sempre, desconsiderado, relegado a um plano bem inferior!

Sigmund Freud, um dos principais nomes da psicanálise mundial, usou os conceitos de id, ego e superego para explicar a personalidade dos indivíduos.

Segundo ele, o id seria nossa parcela mais instintiva, que privilegia desejos, vontades, ímpetos, sem conhecer freios morais e éticos. 

Já o superego, seria um oposto. Sua característica é, precisamente, impor limites de regras e condutas, consideradas adequadas frente à cultura e boa convivência.

O ego, por sua vez, surgiria como um “meio do caminho” entre essas duas faces. Um mediador que escuta a natureza quase animalesca do id, ponderando-as em conformidade às repreensões do superego.

Em outras palavras, o ego seria o “eu” que ouve tanto as vozes imperativas — famintas pela autossatisfação, doa a quem doer — quanto os conselhos de um vigia muito rígido, buscando um equilíbrio, um entendimento, entre as partes.

É claro que essa disputa nem sempre acaba em empate. Dependendo da situação, o eu pode pender para um ou outro impulso.

DITADORES declaram guerras, perseguem e matam inimigos que suas mentes e propósitos fabricam. Não porque não deitaram em um divã! Não! Pessoas de ID imperativo e com EGO deturpado causam mal aos outros porque só elas são merecedoras do bem! Flávio deputado federal era 1 no meio de 513 outros. Flávio tornou-se PRESIDENTE DA EMBRATUR! Dino governador do Maranhão e o foco permanente sempre foi ser PRESIDENTE DO BRASIL! FD, se eleito senador, já mira ser MINISTRO de Lula! Isso porque, figurar entre 81 no senado, segue sendo pequeno para quem vê no espelho, todos os dias, aluém GRANDE DEMAIS! E se em tudo isso ainda desconsiderarmos a teoria freudiana, estaremos afirmando a negação de nós mesmos, passando por alto uma excelente oportunidade de dar a Flávio Dino uma grande DERROTA ELEITORAL como FATO TERAPÊUTICO.

Flávio sem o senado!

Dino sem o governo!

E a abstinência de poder como DOZE ou DOSE PROS LEÕES!

Agentes de trânsito e Guardas Municipais podem ter representante na Câmara Federal em 2023

0

Após quatros anos filiado ao PDT, o suplente de vereador de São José de Ribamar, Jamys Gualhardo, retornou ao partido de sua primeira filiação, o Progressistas.

O ribamarense deve disputar uma vaga para a Câmara Federal pelo partido, que tem como presidente o atual deputado federal, André Fufuca.

Gualhardo, que em 2016 foi candidato à vereador pela capital São Luís, obtendo 516 votos, mudou de domicílio eleitoral após ampla discussão na Assembleia Legislativa, sobre os zoneamentos territoriais da grande ilha, onde foi um dos cabeças, entretanto, ficou acertado que sua região de mais militância permaneceria em São José de Ribamar.

Agora, o jovem promissor anseia voos mais altos, buscando uma vaga no parlamento brasileiro. Analistas procurados por nossa reportagem, avaliam que o nome do ex-candidato a vereador não tem uma média exata de votos, pois atua em um campo muito em aberto, em um lugar limítrofe que não há base eleitoral consolidada por grandes nomes da política maranhense, agora só nos resta esperar e ver qual será o desempenho do promissor Jamys Gualhardo.

Por; Wallace Braga

Flávio Dino: Governar, Manipular, Marionetear!

0

POR: FÁBIO CÂMARA

Finda hoje, 02 de abril de 2022, um “governo que sequer começou! Em mais de sete anos ocupando a cadeira número 1 do Palácio dos Leões, Flávio Dino frustra esperanças, descumpre promessas, afunda o Maranhão e só pode reivindicar enquanto “legado” mais do mesmo, a saber: “Pão e circo”.

Não se trata de negar o valor e a importância de restaurantes populares!

Longe disso! Entretanto, a prometida redenção do Maranhão da rabeira dos estados mais pobres do Brasil, além de não se cumprir, tornou-se um objetivo mais distante ainda segundo dados da ONU – .

O desemprego campeia e o Estado do Maranhão é, sob a falta de gestão de Dino, Brandão e CIA, o último estado brasileiro no ranking da competitividade nacional segundo o Centro de Liderança Pública (CLP), entidade que mede a capacidade e a força de atração de investimentos dos estados.

Isso comprova que os “projetos” verificados por aqui em quase uma década de desgoverno foram tão somente eleitoreiros e pessoais!

De resto, o que se avizinha é a extensão do que já foi ruim fazendo até as urnas algo fadado a ser ainda um pouquinho pior! Brandão governando interinamente terá que se virar nos trinta enquanto se dividira em 4: Gestor, candidato, Juiz de crise e cabo eleitoral daquele que seguirá manipulando as cordas por detrás das cortina ou acima do tablado.
Quanto às chances de Brandão fazer em 7 meses o que Dino não fez em 7 anos: ZERO!

Mesma nota e número de votos que o povo maranhense deveria atribuir ao pretenso candidato ao senado e ao Senhor Carlos Brandão cujo cartão de apresentação como governador já é a vergonhosa transformação do nosso Estado num lamentável “Show do Milhão”, o circo que complementa o velho mesmo pão de sempre!

Latest posts