A ira do Governador Flávio Dino ao presidente Jair Bolsonaro, pode atingir policiais civis e militares maranhenses que ousarem em participar do movimento pró-Bolsonaro no Maranhao.

Uma Fonte Velada de Notícias(FVN), em contato com o Núcleo de Inteligência SJNOTICIASMA.

Informou nas primeiras horas da noite da segunda-feira(23), que o Governador do Maranhão Flávio Dino de Castro, vai punir o policial militar, bombeiro Militar ou policial Civil, que participar no dia 07 de setembro de manifestações pró-Bolsonaro no Maranhão.

Segundo a fonte, o governador não quer nem um integrante das forças de segurança  do Estado, envovido em manifestações a favor do Presidente da República.

FVN  falou que ai daquele policial Civil ou Militar que desobedecer as ordens do Governador do Maranhão, para apoiar movimentos Bolsonaristas no Maranhão.

Os Polícias que assim procederem, Sofrerão punições administrativas, perderão comandos, serão suspensos e tidos  como inimigos do Estado, podendo ser até expulsos da PM, Polícia Civil ou Corpo de Bombeiros Militar e que a punição  maior serão para os coronéis e oficiais comandantes de Batalhão. Disse a fonte!

FVN revelou que em reunião secreta, o governador falou até no uso do  Formulário de Transgressão da Disciplina Militar (FATD), na punição dos militares que desobedecerem as suas ordens e apoiar o movimento pró-Bosolnaro no Maranhão.

Ainda segundo a fonte, a punição não vai ser apenas, para os policiais civis, militares e Bombeiros Militar, mas também para profissionais da imprensa no Maranhão.

FVN nos  informou, que o secretário de Estado de Comunicação do Governo do Maranhão Ricardo Capelly.  Está incubido de fazer comunicado em off, aos proprietários de agências de notícias, Rádio  Televisão, Jornal Impresso, Jornalistas e blogueiros, que prestam serviços, ou tenham parceria com o Estado, para não divulgar e não postar nem uma matéria positiva, referente ao movimento Pró-Bolsonaro no Maranhão, sob pena de perderem seus contratos os serem demitidos do Estado.

A nossa reportagem esteve hoje pela manhã em contato com um Coronel da Polícia Militar  do Maranhão que ao ser indagado sobre as restrições do Governo do Maranhão aos policiais Militares. O oficial mandou um recado ao governador  Flávio Dino.

“Eu e minha família iremos as ruas declarar apoio ao nosso presidente Jair Bolsonaro. O governador Flávio Dino tem que ver o seguinte:

Ele está governador do Estado e eu sou Coronel concursado, formado e como brasileiro  eu tenho também as minhas preferências políticas.

Ao ir as ruas no dia 07 de setembro, não estarei apoiando um político qualquer  estarei dando apoio ao nosso presidente da República Jair Bolsonaro.

Portanto não tenho nada a temer e nem baixar a cabeça para um governador falido, em fim de governo, que quer fazer com que os maranhenses dêem as costas ao seu presidente, em cumprimento a uma ordem de um governador do Estado.

Ele pode me exonerar do cargo do comando que eu ocupo, mais a minha divisa de coronel ele não toma. Flávio Dino está governador e eu sou Coronel fechado. Irei as ruas sim! Dar apoio ao nosso presidente e dane-se o governador e seus ideais políticos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here