Por: Fábio Câmara

O presidente da CPI da COVID, senador Omar Aziz, acusa os militares de cometerem atos de corrupção e de terem o que ele chamou de uma “banda podre”. Flávio Dino vai além e sugere, em tom de refutação, que militares estejam submissos a partidos ou FACÇÕES.

Pois bem, hoje o presidente da República Federativa do Brasil recebeu no Palácio do Planalto Central um convite das Forças Armadas Brasileiras para participar, na condição constitucional de seu comandante maior, de uma operação militar que acontece, historicamente, há décadas, e tem oposicionista fazendo biquinho e eco a uma narrativa forjada pela mídia ressentida de que o desfile de carros militares afronta os poderes. “- Pode isso, Arnaldo?”.

As AÇÕES de afronta ao presidente e às Forças Armadas, é exercício democrático de livre expressão. O desfile de carros militares para uma cerimônia de convite formal ao chefe das forças militares nacionais é intimidação e “afronta” à democracia.

Que Sir Isaac Newton descanse em paz! Mas, eu duvido!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here