Enquanto busca autorização para a contração de um empréstimo de R$ 180 milhões, o governo Flávio Dino (PCdoB) vem enfrentando problemas para pagar parcelas de uma dívida contraída com um banco norte-americano.

Em meados de 2020, a União precisou arcar com o pagamento de uma parcela de US$ 49,9 milhões devida pelo Maranhão ao Bank of America Merryl Lynch, em virtude de empréstimo da ordem de US$ 661,9 milhões, contraído ainda em 2013.

A parcela do empréstimo deveria ser paga pela gestão estadual no dia 23 de julho, mas, alegando problemas de caixa em virtude do combate à pandemia do novo coronavírus, o governo ajuizou ação judicial e conseguiu uma liminar, proferida pelo juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, autorizando o não pagamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here