A ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber encaminhou à Procuradoria-Geral da República notícia-crime apresentada pelo PDT por promover o uso da cloroquina no tratamento da Covid-19.O partido havia protocolado o pedido em 9 de fevereiro, alegando “promoção de medicamentos ineficazes contra a Covid-19” por parte do presidente Jair Bolsonaro.

O partido pede que o presidente seja investigado pela suposta “prática dos crimes de emprego irregular de verbas públicas e perigo para a vida ou saúde de outrem” e pela “dispensa de licitação para a produção de comprimidos de cloroquina”.

O documento foi assinado pelo presidente do partido, Carlo Lupi. Um trecho do texto aponta que “para além desse medicamento, o governo federal também passou a indicar de forma indiscriminada o uso de azitromicina e ivermectina”

A “tríade” de medicamentos faz parte do tratamento precoce contra a Covid-19, que é defendida pelo presidente. Na última semana, um grupo de cerca de 2 mil médicos assinaram um manifesto em favor do tratamento.

O envio da notícia-crime é praxe nesse tipo de ação, e caberá a Augusto Aras, atual procurador-geral da República, optar se prossegue ou arquiva o pedido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here