O Porto do Itaqui chega ao final de 2020 com movimentação acima da marca histórica alcançada em 2019 e fecha o ano com 25,3 milhões de toneladas de cargas movimentadas. De acordo com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), o porto está entre os três principais do Brasil em duas categorias: IGAP (Índice de Gestão das Autoridades Portuárias) e Execução dos Investimentos Planejados.

Destaque também para a celulose, com 1,4 milhão de toneladas exportadas e 35% acima do que foi exportado em 2019; além das cargas em contêineres, com a consolidação da escala semanal neste ano.

Esses resultados foram alcançados junto ao intenso trabalho de prevenção e combate à covid 19, definido em um plano de enfrentamento à pandemia, deflagrado nos primeiros meses do ano, com foco em manter a saúde dos trabalhadores e a segurança das operações.

Marco do projeto de expansão que vem sendo empreendido no Porto do Itaqui desde o ano passado, o Novo Tegram iniciou suas atividades no final do primeiro semestre.

Os investimentos do Consórcio Tegram no Itaqui possibilitam realizar embarques simultâneos de grãos pelos berços 100 e 103, elevando a capacidade do porto para movimentar 20 milhões de toneladas de grãos por ano, considerando também as operações da VLI no Berço 105.

O Consórcio investiu R$ 260 milhões nesta segunda fase do empreendimento. Somados ao aporte de recursos da primeira fase (R$ 600 milhões), o total investido é de R$ 860 milhões. A obra gerou cerca de 500 empregos e no pós-obra o terminal deve absorver mais de 100 novos trabalhadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here